25 abril, 2017

As coisas que são o que eu não queria e ainda não quero. || Como me sinto.

Caramba. Vocês não conseguem ver, mas, atrás dessa página existem vários rascunhos de textos e ideias de post que eu não liberei. No meu HD existe uma quantidade absurda de fotos que virariam posts mas, nunca virou. Vídeos e mais vídeos... Esses também estão parados porque eu perdi toda a minha vontade de estar por aqui. Não é que a coisa estagnou, eu só não consigo fixar minha mente no propósito de crescer, ter que me responsabilizar pela enésima vez e mudar minha palavra por ser fraca. Eu queria me honrar comigo mesma e o fato disso não acontecer me fragiliza, faz eu me sentir inútil, ser uma pessoa que em outros tempos talvez eu não fosse.

Eu não queria estar vivendo onde eu vivo, nem da forma como vivo. Eu não queria ter desistido de coisas tão importantes e nem queria esse peso invisível absurdo nas minhas costas. Ando vivendo de sonhos e pensando demais. Pensando, pensando e pensando... Deixando pra lá, pra amanhã, pra depois de amanhã e todo o tempo que eu adiei se transformaram em anos. O meu conflito interno precisa ser trabalhado e tenho plena certeza disso. O fato de não ser normal, de odiar sem motivos, de ter vergonha, preguiça extrema, não dar a mínima, me irritar à toa... Eu abandonei meus planos e vivo colhendo sonhos novos e antigos como se eu realmente estivesse indo há algum lugar. Bom, honestamente, eu não estou.

Neste exato momento escrevendo isso aqui, me sinto trêmula e estranha. Me sinto vazia de coragem, de respeito e tolerância. Vazia de mim, de quem eu provavelmente sou e até de quem eu era. Eu sou realmente boa em alguma coisa? Eu mudei a vida de alguém? Eu terminei algo pra mim? O mundo tá girando, o tempo passando e eu continuo aqui enterrada em problemas que não tenho muita vontade ou coragem de resolver, já não sei mais diferenciar e tudo virou apenas problema.

Talvez a maré apenas esteja ruim e eu esteja me subjugando demais, ou nem é. Pra mandar a real, provavelmente estou cansada de mim e confusa demais pra achar a direção das coisas. Pra mandar a real, provavelmente minha mente está perdida. Pra mandar a real, com certeza ainda não me descobri e estou sendo apenas problemática. Pra mandar a real, eu não sou quem eu queria ser e isso é pesado.

2 comentários:

  1. Papa meu amorzinho <3
    Miga seus texto é tão profundos, me ligo tanto com você que algumas coisas que você passa também estão acontecendo comigo. Recomeçar é uma coisa boa, mesmo desistindo no dia seguinte. Levanta e recomeçar quantas vezes for preciso amiga, só não deixa a meta morrer!
    beijos minha Papa :)
    http://thayloncardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owwwwnt! Migo lindo, a gente tem que ter foco na vida e acreditar pra vencer! Não vou deixar a peteca cair não! Vamos seguir juntos! Beijão! <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Patrícia Muniz - 2014/2016. Todos os direitos reservados. || Design by: Patrícia Muniz. Voltar ao topo ↟