06 outubro, 2016

Ainda sobre você...

Eu ando pensando que tudo isso é apenas uma partícula de tudo que deveria ter se tornado. Eu ando pensando que todos esses sentimentos continuam os mesmos diante das mesmas pessoas e fora a inconclusão da minha vida, tudo que era para ser não foi.

Queria mesmo sentir tudo aquilo outra vez e fazer direito porque minha respiração continua ofegante e a qualquer hora pode parar. Não há maneiras para explicar tudo o que se quebrou, faltou e caiu demais em conta, eu não quero explicar também porque o chão nunca foi real e meus pensamentos andam vazios.

A gente sabe que tudo isso não passa de fase, a fase dura mesmo tantos anos ou andei prorrogando tudo isso?

Eu não quero acreditar em tudo que os outros acreditam e nunca é demais para mim, expressar a torta opinião de sempre. Eu não vou pedir para voltar no tempo nem nada parecido, mesmo que seja meu desejo mais profundo e que nada disso valha realmente a pena. Apenas, desejaria  ter estado melhor e me jogado, não ter me movido no momento errado e ter dito adeus para cair no abraço mais profundo... Você é esse abraço e nada por aqui mudou porque ainda persistem os mesmos sentimentos.

Então,  de qualquer forma todo esse cenário nunca existiu e minha mente criou todo esse espaço no qual nunca deveria ter acreditado. Pra finalizar, se eu começar a entender todas essas músicas a magia de escrever sobre você  se acaba, é por isso que eu continuo aqui no mesmo lugar, sem soltar sua mão imaginária, a metade do cordão e todos aqueles abraços que já foram e continuam sendo o melhor conforto do mundo.

De verdade, I miss you.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Patrícia Muniz - 2014/2016. Todos os direitos reservados. || Design by: Patrícia Muniz. Voltar ao topo ↟