10 setembro, 2015

Sobre seguir...

Todos os sonhos... Temos todos os sonhos... No momento mais próximo do abismo poderemos nos ver como pessoas solitárias, sem sorte e infelizes. Em um momento qualquer podemos nos tornar qualquer coisa diferente de tudo que poderíamos ter imaginado. Nada contra ser infeliz, nada contra ser um coitado, nada contra ser qualquer um... Podemos nos perder a qualquer segundo bobo ou qualquer piscada de olho inocente.

Fechamos os olhos talvez para refletir sobre qualquer coisa diferente da mesma vida. Enquanto existirem todas as dúvidas e consequências, haverá o pé atrás dos fracos e cautelosos. No entanto, nada tem rumo ou qualquer tipo de resultado.

Sonhos, todos os sonhos e bem mais... Querer não é sinal de má ambição pretensiosa, é sinal de coragem. Ter, é sinal de força, diferente de ser poderoso. Buscar algo maior... É a isso que se resume toda a história de vida perfeita, se é que existe algo do tipo.

Nada dos mesmos sonhos, nada do clichê, nada de estar sempre no mesmo lugar... Perdendo ou ganhando buscar-se é tão importante quanto os pulmões. Respire fundo e prossiga, seja como for, diga a si mesmos todos os dias o que te faz bem e mergulhe dentro de suas próprias intenções. Ninguém levanta a mão quando não há algo a dizer e mesmo que alguém o faça, o DANE-SE, está aí pra isso.

As pessoas falam enquanto podem incomodar de alguma forma o bem estar dos outros, eu falo porque tenho a língua solta para o que me incomoda. Não é arrogância, não é nariz no lugar errado, muito menos qualquer tipo de inveja. Tudo se resume a ser honesta comigo mesma e o resto do mundo, se é que alguém se preocupa com isso.

Devemos adotar princípios básicos: eu falo, eu sonho, eu faço... Parado, ninguém se torna de fato real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Patrícia Muniz - 2014/2016. Todos os direitos reservados. || Design by: Patrícia Muniz. Voltar ao topo ↟