04 julho, 2015

Eu Desejo...

Está frio, está machucando, é doloroso e é real. Eu queria que não fosse.

É o tipo de coisa que eu costumo pensar quando eu realmente não estou bem com meus turbulentos sentimentos. Não é importante olhando de fora, então não é algo que eu deveria contar.

Há um bom tempo não me sinto mal, ou algo do tipo... Posso acreditar que tudo realmente está mudando pelo simples fato das coisas estarem começando a dar certo? Eu deveria me forçar a ficar triste em momentos como esse. Tristeza, alimenta minha inspiração e eu teria melhores histórias para contar, dessa forma, eu voltaria a ficar bem novamente depois de um tempo.

Passei os últimos meses acumulando tudo que eu poderia acumular com a simples desculpa de "não posso porque não tem como fazer". Estive todos os dias dizendo amanhã, depois, próxima semana... E então tudo virou uma enorme bagunça, descuido e desrespeito comigo mesmo por não cumprir com meus próprios planos. É vergonhoso e eu estou contando isso porque preciso realmente mudar de rumo.

Agora eu gostaria de estar triste porque assim, eu faria melhor as coisas e focaria mais em mudar tudo de lugar, começar arrumar toda a zona. Eu funciono de uma forma totalmente torta e divergente.

O ruim de estar bem e feliz pra mim, é o fato de que eu começo achar que isso não duraria nada, então eu tenho que parar tudo porque os minutos felizes são mais importantes. Estranhamente, eu sou esse tipo de pessoa, paro a vida porquê de uma série, uma vibe social, preguiça... Qualquer coisa que seja mais fácil que continuar.

Eu desejo profundamente que essa forma imatura de ser mude. Eu desejo que tudo que eu escrevi no papel se torne ralidade, eu desejo... Contudo, desejar apenas não basta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Patrícia Muniz - 2014/2016. Todos os direitos reservados. || Design by: Patrícia Muniz. Voltar ao topo ↟