03 dezembro, 2014

Transição Capilar

Heey! Tudo bom com vocês? Fim de ano chegando e estou com algumas ideias de posts para esse mês super especial! E o melhor é que provavelmente vou ter mais tempo para atualizar o blog, essa é minha última semana de aula e enfim acaba a saga do ensino médio. (Aeeeeee!)

Hoje eu resolvi falar sobre transição capilar! Mas, por que? Com essa onda de meninas querendo assumir o cabelo natural, já não deve ser tanta novidade essas duas palavras. Transição capilar é o período em que as meninas/mulheres optam por parar de usar químicas alisantes para que o cabelo cresça natural.

Meu cabelo é quimicamente tratado, ou seja, a cada dois meses tenho que fazer alisamentos e uma série de coisas para manter os fios lisos, deixa eu dizer: Isso é muito cansativo e não me permite fazer qualquer outro tipo de química pelo risco de corte químico. Na real não me importo muito com o fato de não poder passar por processos de coloração, descoloração ou qualquer outro tipo de química, mas, meu couro cabeludo é muito sensível e fazer alisamento/relaxamento é tortura total. Odeio! Em contrapartida, sempre quis muuuito ter os cabelos cacheados e até no Beleza Natural já fui em busca desse feito (erro de muita gente), foi uma experiência que não deu certo e não quero passar por uma dessas nunca mais.

De alguns meses pra cá, conheci o canal e blog da Rayza Nicácio e fiquei encantada com os cabelos dela, muito perfeito! A partir daí comecei a buscar canais no youtube que abordassem as experiências das pessoas com a transição capilar, o Big Chop (Grande Corte), os tratamentos, cronograma capilar, umectações e tudo mais! Como era de se esperar me apaixonei, não pelo cabelo cacheado e sim pelo cabelo natural seja ele como for, simplesmente amei e como eu já estava há muitos anos desejando cabelos naturais, depois de muito pensar e assistir vídeos resolvi que não faria mais alisamento algum no meu cabelo.

Meu último alisamento foi há 3 meses atrás e no momento a raiz do meu cabelo está cheia mas, a cada dia me encanto mais com a pequena parte natural, sério, minha irmã sempre disse que meu cabelo era cacheado e nunca duvidei disso, tanto é que quando digo isso as pessoas ainda duvidam um pouco.

Eu não me lembro como é meu cabelo natural mas, quando observo a raiz vejo cachinhos na maior parte. Meu cabelo cresce muito rápido e isso é ótimo porque preciso que esteja em um tamanho relativamente bom para fazer o Big Chop, vou falar sobre isso em um próximo post.
Eu não decidi fazer a transição capilar por puro capricho, ou modinha, e acredito que também não tenha totalmente haver com assumir as próprias raízes, até porque você sendo quem é, independente de ser alisada, crespa, cacheada ou qualquer outro tipo, se assumir não tem muita relação com caráter ou etnia. A pessoa tem que se sentir bem ao tomar suas decisões, ser feliz e ter orgulho de si mesmo mantendo o cabelo da forma que bem entender sem ninguém para dar palpites no que você é, faz ou deixa de fazer. 

Eu decidi fazer a transição capilar porque é algo que eu sempre quis desde muito tempo, até porque eu não pedi para ninguém alisar meu cabelo, eu não pedi pra ser escrava do que algumas pessoas chamam de padrão ideal de beleza... Eu gosto do meu cabelo liso, mas para manter tenho que abrir mão de uma série de coisas e ficar impossibilitada de fazer muitas outras. Mas, quero um cabelo saudável, que não dependa o tempo inteiro de salão ou de escovas e que eu não precise domar o volume, o cabelo que muitos podem achar feio e ruim para mim é lindo e único, além disso, não existe cabelo ruim e sim cabelo maltratado. #FicaADica

Eu fiquei em dúvida se começaria abordar temas como esse aqui no blog, mas, como é o tipo de experiência e informação que muitos procuram, resolvi falar. Ainda não sei com que frequência vou trazer posts como esses mas vou me planejar para que tudo dê certo e além disso quero poder ajudar pessoas que podem estar passando pelo processo de transição capilar como eu, mostrar cada passo até enjoarem da minha cara  desse assunto. haha!

É isso, beeeeijos e até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Patrícia Muniz - 2014/2016. Todos os direitos reservados. || Design by: Patrícia Muniz. Voltar ao topo ↟