20 junho, 2014

Eu sinto tudo!

Quem sabe tudo seja ilusão, certas coisas podem parecer reais, mais o que realmente importa aqui? Os dias estão mais alegres e mais rápidos, tudo parece estar dando certo e ouvir a playlist preferida parece ser ótimo e faz com que o mundo seja só mais um lugar que pode ser ou não mais aconchegante.

Tá! Pluguei os fones de ouvido e tudo sumiu a minha volta, o que tomou o lugar foi a minha felicidade e meus risos que ninguém entende.  Não entendem porque não sabem o que estou pensando. Alguns podem até não dar importância mais tudo bem porque eu liguei o dane-se!  E não sei se de fato aprendi, mais pode ser que eu esteja mais confiante e melhor com o mundo, melhor comigo mesmo...

Saí cedo hoje, isso é raro porque tenho sono de pedra e custo a acordar, culpa dos meus terríveis hábitos noturnos, o que pra mim não tem muita importância até certo ponto. Alugar os outros me parece uma boa ideia mais eu sei que ainda me importo com o que eles pensam e tenho até um pouco de medo de errar,  afastar as pessoas,  é justamente nessa hora que I feel it all.

Tudo pode soar igual mais eu estou diferente e isso me faz mais feliz, dialogar um pouco numa aula boba ou na companhia de alguns amigos idiotas, eles são os mais divertidos, pense o que quiser! Opinião fixa essa minha, mas há coisas que não mudam por aqui, o antigo me parece mais novo do que nunca. É certo que ainda não voltei a andar pelos mesmos lugares de antes, que parei de ver o cara do lava-jato quando eu ia para o colégio, que parei de ser tão inocente ou desleixada mais isso não me importa muito porque se têm uma coisa que aprendi nesses últimos dias é que como na música só eu posso quebrar meu coração.

Não queria tornar tudo isso algo longo e sem sentido, pode fazer sentido pra mim e é raro que possa fazer sentido pra você, mais afinal quantos sentidos eu posso colocar nessa frase? Desculpe-me por isso, mais foi mesmo intencional, é pra mostrar que tudo demais cansa.

Já é tarde e é possível que eu esteja estranhando muita coisa como o fato de ainda haver gente acordada aqui em casa, droga! Queria estar morando sozinha e longe de tudo isso, a monotonia já vai começar a me cansar e não interessa a ninguém o que eu tanto faço em casa na frente do computador, se eles soubessem achariam tolice!

Esse não é um daqueles momentos nostálgicos e penosos, é um daqueles momentos que você para pra refletir e reconhecer talvez suas falhas, acertos, contradições... Não é nada de mais.



Só... Mais uma história pra contar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Patrícia Muniz - 2014/2016. Todos os direitos reservados. || Design by: Patrícia Muniz. Voltar ao topo ↟